Sangue na urina: o que pode ser e quando devo consultar um médico?

Detectar sangue na urina, sintoma cujo nome clínico é hematúria, pode ser um episódio alarmante e que suscita geralmente grande ansiedade.

Por vezes, o sangue é visível a olho nu durante a micção. Noutros casos, pode ser detectado durante um exame de rotina, através duma análise à urina. 

Em qualquer das situações, é importante que os pacientes saibam o que fazer perante estes quadros e quando devem procurar aconselhamento médico especializado. 

 

Porque aparece sangue na urina?

Em primeiro lugar, a hematúria diz respeito à presença de glóbulos vermelhos na urina. Este fenómeno pode acontecer por variadas razões, umas mais graves que outras.

É frequente que, perante este cenário, a pessoa afectada, homem ou mulher, se assuste e considere estar perante um quadro de tumor num dos órgãos do aparelho urinário – rins, ureteres, bexiga, uretra ou próstata, nos homens. 

A hematúria pode ser um sinal de cancro urogenital, mas não é um sintoma exclusivo destas doenças.

Existem outras patologias que podem causar sangue na urina:

  • Infecções renais – por exemplo as glomerulonefrites, que inflamam as estruturas dos rins;
  • Cistite – infecção ou inflamação da bexiga;
  • Cálculos urinários (vulgarmente conhecidos como “pedras renais”); 
  • Prostatite – inflamação da glândula prostática;
  • Hiperplasia Benigna da Próstata – aumento do volume prostático;
  • Distúrbios da coagulação sanguínea – como a hemofilia, por exemplo; 
  • Anemia falciforme.

Patologias Podem Causar Sangue Urina

Causas menos graves de Hematúria

Nem sempre o sangue na urina resulta de uma doença. Por vezes, pode ser resultado de algumas das seguintes situações:

  • Traumatismos na zona abdominal ou na área dos rins;
  • Actividade sexual;
  • Medicação (antiagregantes plaquetários, anticoagulantes, entre outros);
  • Menstruação no caso das mulheres; 
  • Exercício físico, especialmente quando vigoroso e intenso (corridas de longa distância, futebol, boxe, ciclismo).

Mas nem sempre a coloração avermelhada da urina traduz a presença de sangue. 

Este aspecto da urina pode também ser o resultado da toma de certos medicamentos, da ingestão de alimentos com pigmentos vermelhos (beterraba, amoras ou mirtilos) ou com grande quantidades de corantes. 

Nestas situações, a coloração típica do sangue tende a ser passageira. 

 

Quando e porquê pedir ajuda médica?

De acordo com os especialistas, as pessoas que detectem sangue na urina devem procurar aconselhamento médico de imediato, mesmo que seja a primeira vez -  e mesmo que surja apenas uma vez e transitoriamente.

A situação torna-se mais urgente quando são identificados alguns factores de risco da hematúria. Nestes casos, deve ser feito um diagnóstico o mais rapidamente possível, para certificar que não existem problemas subjacentes mais graves, como tumores. 

Os tratamentos para a hematúria dependem da sua causa. É fundamental por isso identificar a sua origem para iniciar, o quanto antes, a terapia mais adequada.

 

Como identificar a causa do problema?

O estudo começa pela análise da história clínica do paciente.

Além do estado de saúde geral, hábitos e histórico familiar, é importante considerar também:

  • Duração e tipo de sintomatologia;
  • Tonalidade do sangue (vermelho vivo ou vermelho mais escuro);
  • Presença ou não de coágulos.

Depois, procede-se ao exame físico para averiguar a eventual presença de massas,  sensibilidade ou dor na zona da bexiga e rins que indiquem algum problema. 

Por vezes, pode ser necessário o médico efectuar um toque rectal ou, no caso das mulheres, um exame ginecológico..

A realização de análises gerais e à urina também pode ser útil, assim como outros exames complementares de diagnóstico, essenciais na identificação das alterações que originam a hematúria.

Geralmente, os mais utilizados são:

  • Uretrocistoscopia e cistoscopia: particularmente importantes na detecção de tumores na bexiga em fases iniciais;
  • Ecografia renal e vesical;
  • Tomografia Computorizada: para identificar alterações nos rins, ureteres e bexiga.
  • Se, mesmo assim, a causa não for identificada, o médico pode ainda requisitar outros exames ou solicitar a repetição destes exames mais tarde.

 

Procure ajuda médica e evite complicações futuras 

Apostar no diagnóstico e no aconselhamento médico é o ponto de partida para impedir que eventuais situações clínicas graves, que estejam na base da hematúria, evoluam para estados mais sérios e potencialmente perigosos.

É importante estar atento aos sinais. Tente perceber se o sangue na urina é identificável no início, no fim da micção ou na totalidade da urina. Estas informações facilitam o diagnóstico e estará mais preparado para responder às questões do médico.

No Instituto da Próstata, tratamos casos relacionados com o aparelho urinário todos os dias. Se precisar de aconselhamento, estamos disponíveis. Basta ligar ou marcar uma consulta.

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Artigos Relacionados

Dor na Próstata? Saiba o que pode significar

Sentir dor na próstata pode ser uma preocupação para qualquer homem. Afinal de contas, as patologias prostáticas estão entre as condições mais comuns no sexo masculino. Assim sendo, deve saber o que fazer em caso de dor e estar a par...

Próstata: o que é e qual a sua função?

Entre os órgãos do corpo humano que distinguem os homens das mulheres encontra-se a próstata, uma glândula complexa. Ainda que pequena e facilmente esquecida, tem um papel fundamental na qualidade de vida dos homens e muitas funções...

Conheça as Causas, Sintomas e Tratamentos do Cancro no Rim

O desenvolvimento de uma patologia nos rins, principalmente um cancro, exige toda a atenção e cuidados, uma vez que são órgãos fundamentais para o correcto funcionamento do nosso organismo. Assim, é importante reunir toda a...

Pedido de Marcação de Consulta