Laser da Próstata para HBP

Em que consiste o Tratamento Laser da Próstata?

O tratamento com laser é uma tecnologia recente e inovadora, com resultados muito positivos no tratamento dos doentes com Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP). É uma técnica muito eficaz e muito segura.

Nesta abordagem, não há incisões na pele. Próstatas de grande volume podem ser tratadas, evitando, assim, a cirurgia aberta. É também possível obter tecido prostático para avaliação histológica, ao contrário do que acontecia com os primeiros lasers utilizados. 

Os principais benefícios são: 

  • Menor risco de complicações, tais como a hemorragia (muito importante nos doentes com problemas cardiovasculares ou cerebrovasculares);
  • Maior rapidez na retirada da algália, na alta hospitalar e no regresso do doente a casa e à vida normal.

A cirurgia a laser reduz os sintomas da HBP, como a necessidade frequente de urinar, a necessidade de urinar muitas vezes de noite, a vontade súbita de urinar, o jacto fraco, a micção lenta (prolongada) e a dificuldade em iniciar a micção. Reduz ainda o risco de complicações como as infecções do aparelho urinário ou a retenção ourinária.

Como é o Procedimento do Tratamento da Próstata com Laser?

O laser da próstata permite retirar o tecido da próstata que está em excesso, eliminando a obstrução que provocava a sintomatologia típica desta doença.

A intervenção é realizada através da uretra, sem cortes e sem perdas de sangue. Uma fonte de energia específica é conduzida através de fibras ópticas especiais, permitindo destruir o tecido em excesso da próstata.

O tratamento com laser possibilita ainda tratar próstatas de grande volume que, até agora, só podiam ser tratadas mediante cirurgia aberta, através da parede abdominal.

A duração do procedimento com laser depende da técnica e do laser utilizado, mas não costuma exceder 1 hora. No entanto, existem vários tipos de laser e diferentes técnicas, com formas de actuação e duração distintas.

Com alguns tipos de laser, não é necessário interromper a medicação anticoagulante ou antiagregante. Outros procedimentos que são imprescindíveis após uma cirurgia clássica de ressecção da próstata - como a lavagem contínua da bexiga no pós-operatório - muitas vezes não são necessários após este tipo de intervenção, reduzindo assim o risco de complicações e o tempo de internamento. 

HoLEP / Cirurgia de Enucleação da Próstata com Laser de Holmium:YAG

Utiliza feixes de alta potência para remover o tecido da próstata em excesso que está a bloquear a uretra. 

No final da intervenção, um outro instrumento é usado para fragmentar o tecido em partículas mais pequenas, por forma a ser removido. 

Esta opção é particularmente útil em homens com a próstata muito grande. 

 

Cirurgia com Laser Greenlight

Utiliza um laser de elevada energia para destruir/vaporizar o excesso de tecido no interior da próstata. É também chamada de foto-vaporização selectiva da próstata. 

Para além da sua eficácia no tratamento da Hiperplasia Benigna da Próstata, o procedimento pode também ser usado para aliviar as queixas de obstrução provocadas pelo cancro da próstata (tal como outras técnicas de laser). 

Screenshot 2020 10 28 At 12.46.59
Tratamento da HBP com laser Greenlight

Quer saber mais sobre este tratamento?

O tratamento com laser é uma tecnologia recente, inovadora e muito eficaz para a Hiperplasia Benigna da Próstata.

Como é o Pós-tratamento da Próstata com Laser?

Habitualmente o doente pode regressar a casa no dia seguinte à intervenção. Caso ocorra alguma dificuldade a urinar, pode ser colocado um catéter temporário para ajudar a eliminar a urina e drenar a bexiga. 

Quando o doente tem alta, regressa a casa com uma série de recomendações do médico. O período de recuperação depende do cumprimento destas instruções, mas habitualmente demora duas a quatro semanas até à recuperação total. 

A primeira consulta pós-operatória ocorre por esta altura. No primeiro ano após o tratamento, o doente tem em média, além dessa primeira consulta, três outras consultas. 

Após o primeiro ano, o doente é observado habitualmente de ano a ano, para avaliar o bem estar e a qualidade de vida, eventuais queixas surgidas e monitorização do PSA.

Depois do procedimento com laser, assiste-se a uma melhoria significativa, com alívio das queixas urinárias. Nas primeiras semanas, no entanto, pode ocorrer algum ardor e frequência elevada das micções, resultado da aplicação da elevada energia laser (com estimulação das terminações nervosas locais) e ainda porque a bexiga continua a comportar-se, durante algum tempo, como se ainda existisse obstrução ao esvaziamento.

A função e o controlo da bexiga é recuperado de forma gradual. Em muitos casos, estas queixas nem chegam a ocorrer.  

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Perguntas Frequentes sobre o Laser da Próstata

Como é feito o Tratamentos do Laser da Próstata?

icon down

Os sintomas urinários são reduzidos com o Tratamento a Laser?

icon down

Quais são as Vantagens do Laser da Próstata?

icon down

O Doente é Acompanhado Após o Procedimento Cirúrgico?

icon down
Referências

Pedido de Marcação de Consulta